Brasil

Publicada em 20/05/18 às 19:50h - 181 visualizações
Carille chama imprensa de mentirosa e nega proposta árab

Rádio Geração 3


 (Foto: l (foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians))

O técnico Fábio Carille ouviu gritos de "fica" dos torcedores do Corinthians quando chegou à Arena de Pernambuco neste domingo. Respondeu com acenos. Antes de sair do estádio onde o seu time empatou por 1 a 1 com o Sport, escutou novas perguntas de jornalistas sobre as chances de se transferir para o Al Hilal, da Arábia Saudita. Rebateu com um desabafo.

"Grande parte da imprensa mente demais", acusou Carille, irritado. "Então, vou deixar bem claro: o meu empresário só me falou que existe a possibilidade de uma proposta chegar. O que aconteceu foi uma sondagem. Mas, no último jogo, já falaram que contratei até o Rodriguinho. Um monte de mentiras. Peço para o torcedor corintiano acreditar no que falo. Não chegou nada oficial. Grande parte da imprensa, não todos, mente demais", repetiu.

Carille colaborou para que o assunto rendesse. Após a goleada por 7 a 2 sobre o Deportivo Lara, na Venezuela, o treinador abriu um sorriso para fazer uma ponderação sobre a declaração de que não deixaria o Corinthians nem por "um caminhão de dinheiro". "Por um, não. Mas podem vir dois. Aí, a conversa é diferente", brincou, no mesmo dia em que o seu pai, Joaquim, revelou à EPTV a intenção do filho de aceitar uma eventual proposta do Al Hilal.

A oferta não poderá nem sequer chegar. De acordo com a publicação árabe Al Watan, o Al Hilal já teria escolhido o técnico português Jorge Jesus, do Sporting, para endereçar os seus caminhões de dinheiro, preterindo Fábio Carille. "Tenho que esperar a proposta chegar. Desisto quando ouvir do meu empresário que não há possibilidade alguma", desconversou o comandante corintiano.

Carille ainda ressalvou que já foi fiel ao Corinthians em outras circunstâncias. "Recusei a China no ano passado, e vocês me chamariam de louco se soubessem quanto ofereceram. Neguei o que chegou. Nem dei andamento a uma das propostas porque só poderia levar um profissional comigo. Preciso ver o que é melhor para mim", disse, lamentando ter que abordar o tema publicamente. A ideia era manter as especulações em sigilo.

"Conseguimos controlar bem das outras vezes. Desta, infelizmente, vazou. Fizeram uma enquete na Arábia Saudita e colocaram o meu nome e o de outro profissional. Com a internet, isso chega ao Brasil automaticamente. Mas, na mesma hora, fiz questão de chamar a diretoria para explicar, para que soubessem por mim, e não pela imprensa", afirmou.

Seja como for, com ou sem um convite formal do Al Hilal, Fábio Carille gosta de mostrar que está satisfeito com a sua carreira. Com apenas 114 jogos no currículo, o técnico do Corinthians já conquistou três títulos, dois do Campeonato Paulista e um do Campeonato Brasileiro.

"Sou um cara abençoado. Não vou cansar de falar isso. Nunca imaginava ser técnico de um Corinthians como aconteceu. Trabalhei anos em uma usina e não tive uma carreira brilhante como atleta por falta de qualidade - mas, mesmo assim, com disciplina e sendo um jogador de grupo, pude disputar cinco Brasileirões. Sonhava em chegar a uma equipe grande como treinador, mas não por esse caminho", concluiu o antigo auxiliar de Mano Menezes e Tite, promovido após a demissão de Oswaldo de Oliveira, no final de 2016.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:





Parceiros
CHAT ONLINE

Digite seu NOME:



Ritmos 2018
Estatísticas
Visitas: 2740766 Usuários Online: 8






Rádio Geração 3 Sua Melhor Conexão
Copyright (c) 2020 - Rádio Geração 3 - Todos os direitos reservados